segunda-feira, 21 de março de 2016

Meus filhos, meu orgulho e minha alegria



Os filhos são um presente de Deus; eles são uma verdadeira benção . Os filhos que o homem tem na sua mocidade são como flechas nas mãos de um saldado guiado por Deus”. Salmos (127: 3-4)


A alegria dos pais é ver os filhos vencendo na vida. Por outro lado, não há tristeza maior do que vê-los derrotados, mas, como evitar isso? A Bíblia dá aos pais algumas dicas excelentes no Salmo 127, ao dizer que os filhos são como flechas na mão do guerreiro. Esta comparação é muito rica em significado. Por exemplo: quem já tentou arremessar uma flecha sabe que não é nada fácil atingir o alvo. O mesmo se dá com nossos filhos: não é nada fácil fazê-los atingir o alvo da vida.

A lógica da flecha é ir mais longe que o arqueiro, isto também é verdade em relação aos nossos filhos: queremos que eles vão mais longe que nós (pais que não tiveram a oportunidade de estudar fazem questão que seus filhos cursem uma faculdade; casais que pagaram aluguel a vida inteira lutam para que seus filhos tenham casa própria; e assim por diante). Mas é uma das verdades mais impressionantes deste verso Bíblico: O sucesso dos nossos filhos está em nossas mãos. Depende muito de nós do que deles. Às vezes, alguns casais dizem que criaram os filhos todos da mesma maneira, mas, inexplicavelmente, uns se saíram melhor que os outros. Não é verdade; primeiro, ninguém consegue criar dois filhos da mesma maneira, pois cada filho é diferente. Segundo, tentar criá-los da mesma maneira é um erro, pois assim como um guerreiro percebe as diferenças entre uma flecha e outra (E leva isto em consideração na hora de lançá-las). Precisamos “decifrar”os nossos filhos e tratar cada um deles de forma diferente, personalizar. Isto não é discriminação (no sentido pejorativo da palavra). Mas amor, que leva em conta a individualidade.

Eles estão em nossas mãos e em nossas mãos devem de fato estar. Não os abandonemos à própria sorte. Façamos a oração de Neemias; “Ó Deus, fortalece as minhas mãos” pode parecer uma tolice dizer isto. Mas a verdade é que; muitas famílias não têm alvo algum a sua frente, as famílias vão “tocando a vida” numa rotina interminável,”sem sal e sem açúcar”. Os pais não conversam com os filhos. Não há sonhos compartilhados. Não há projetos familiares. Não há desafios individuais. em muitas famílias os alvos escolhidos não são adequados.

Pais projetando nos filhos aquilo que eles mesmos não puderam ou não quiseram fazer (eu não pude estudar, mas meu filho vai ser Doutor) isso é materialismo, egoismo, exibicionismo, etc. Não é de se estranhar que, com o passar do tempo, muitos jovens perdem a motivação para estudar, ter disciplina. Qual trabalho, em qual área eles gostariam de atuar.

Quais alvos de vida que você tem colocado à frente dos seus filhos? O que os seus filhos vão ser quando crescer? Qual é a vocação natural deles? É claro que os testes de vocação podem nos ajudar a encaminhá-los, mas, verdade, quem mais conhece os filhos que os próprios pais? Quem melhor para ajudá-los a perceber seus dons naturais? Ajudamos os nossos filhos a ter um alvo de vida. Um alvo nobre, digno, que leva em conta as suas forças e fraquezas, mas, acima de tudo, um alvo que os leva a Deus. Não há felicidade, nem futuro algum, sem relacionamento pessoal e verdadeiro com o Senhor Jesus Cristo, o nosso irmão e Salvador. Assim, desejamos a eles que sejam felizes, prósperos, maduros, úteis,mas, acima de tudo, que sejam homens e mulheres de Deus.

Termino dizendo que: tenho dois lindos e abençoados. Cada um possui linhas de pensamento bem diferentes, embora sejam como uma flecha bem afiada que segue seu alvo, sem errar. O mais velho é tímido, quieto, pensativo, gosta de informática, e de pesquisa. Representa uma flecha astuta, fatal  na mão de um guerreiro. O mais novo é mais extrovertido, lutador como uma flecha afiada. Os dois são Inteligentes, educados, obedientes para com seus pais e com formação superior. O mais novo terminou o mestrado e está se caminhando para o doutorado. Já o mais velho é urbanista, e trabalha com telecomunicações. Tenho certeza que eu e sua mãe contribuímos nas suas formações e escolhas, para hoje estarem onde chegaram. Continuaremos lhes dando todo o apoio para que cresçam e sejam muito felizes, fazendo-nos orgulhosos de tê-los, contribuindo para fazer deste vergonhoso país, um país melhor no futuro.

Autor (M. P. S.)

16 comentários:

  1. Seu texto é simplesmente EMOCIONANTE. Sim, merece ser compartilhado c outros pais! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OBRIGADO QUERIDA AMIGA E PROFESSORA
      SUA OPINIÃO, É PARA ME, UM PRESENTE
      UM FORTE ABRAÇO
      VOLTE MAIS VEZAS
      MILTON POETA
      ABACATE VERDE

      Excluir
  2. Texto brilhante, se metade dos pais aprendessem a criar seus filhos com os princípios ensinados pelo Senhor o mundo seria diferente.

    parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLÁ, POR QUE VOCÊ EXCLUIU SEU PRÓPRIO?
      UM ABRAÇO.

      Excluir
  4. Excelente texto. Que inspire pais e filhos a valorizarem os laços familiares.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OBRIGADO CARLA POR VOCÊ TER ENTRADO.
      DEMOROU, MAS VALEU
      UM ABRAÇO
      VOLTE SEMPRE
      MILTON PIRES
      ABACATE VERDE

      Excluir
    2. É agora leio e comento. Não estava familiarizada com essa prática. Agora sou uma leitora interativa. 😊

      Excluir
    3. Obrigado querida. Seja bem vinda. Fico muito contente de ter VOCÊ como minha leitora.
      Um abraço
      Autor MILTON TEÓLOGO e POETA

      Excluir
    4. Obrigado querida. Seja bem vinda. Fico muito contente de ter VOCÊ como minha leitora.
      Um abraço
      Autor MILTON TEÓLOGO e POETA

      Excluir
    5. Obrigado querida. Seja bem vinda. Fico muito contente de ter VOCÊ como minha leitora.
      Um abraço
      Autor MILTON TEÓLOGO e POETA

      Excluir
  5. Sim senhor Pastor de todas as ovelhas e rebanhos, isso realmente mostra a verdadeira lição de vida para alguns pais que ainda não entenderam a verdadeira lição de um pai, como alguns querem fazer ou que seja realizado pelos seus filhos uma vez que alguns desses pais profere alguns dizeres que querem dar a seus filhos o que o seus pais não lhe deram então acho isso não iporcrisia, por parte desses pais que agem pelas emoções.
    Quero parabenizar pela "MENSAGEM", e que esses pais que dizem ser pais para compartilhar e realmente lê..parabéns...

    ResponderExcluir
  6. Filhos cada um tão singular é preciso dar lhes a direção e dizer lhes o caminho, e confiar!

    ResponderExcluir
  7. Diva Nunes Rezendes1 de novembro de 2016 12:19

    Parabéns poeta pela excelente matéria, exemplo e inspiração aos leitores na condução da educação dos filhos. O mundo seria muito melhor se todos os pais tivessem consciência do tamanho da importância dos seus ensinamentos, exemplo e "olhar" que dão aos filhos.

    ResponderExcluir
  8. Muito emocionante Parabéns 👏❤

    ResponderExcluir